Esta idéia ganhou o prêmio de BEST SOCIAL INNOVATION 1999 AWARD conferido pelo
Institute for Social Innovations, Inglaterra.

Proposta para a criação do
Instituto Mundial dos Cientistas Aposentados

 

Objetivo específico
Esta é uma proposta preliminar para a criação do Instituto Mundial dos Cientistas Aposentados “The World Institute of Retired Scientists (WIRS)” na Serra Gaúcha.

Objetivos gerais
O objetivo deste projeto é fundamentar a criação do Instituto Mundial dos Cientistas Aposentados “The World Institute of Retired Scientists (WIRS)”, onde cientistas e intelectuais aposentados, de todos as áreas, possam vir de diversas partes do mundo para desenvolver atividades relacionadas com suas aptidões e seu interesse. Providos de infra-estrutura, esses pesquisadores de alto nível teriam oportunidade para discutir com outros colegas suas idéias - mesmo as mais “malucas” - e poderiam fazer pesquisas sobre os assuntos que durante sua carreira não faziam parte de seus objetivos institucionais. Essa idéia poderia contribuir para a auto-realização completa desses intelectuais, pois estarão livres para fazer o que talvez tenham sempre desejado, durante sua carreira, mas não tiveram oportunidade. Os estudantes de pós-graduação e outros pesquisadores e estudiosos também poderão procurar essas pessoas – que serão uma espécie de elite do conhecimento em todas as áreas - para aprender sob sua orientação, como  auxiliares de pesquisa e/ou alunos de pós-graduação.

Justificativa
Há muitos cientistas e intelectuais de vários países do mundo e de todos os ramos de conhecimento, que se aposentam e tornam-se inativos, muitas vezes contra sua vontade. O grande acervo de conhecimentos e, mais importante do que isso, as experiências acumuladas por esses profissionais ao longo de suas vidas devem ser considerados como um tesouro de inestimável valor, que atualmente corre o risco de perder-se, podendo ser resgatado, através da criação do WIRS.
Essas pessoas ainda têm muito a contribuir para o bem-estar da sociedade. Com o WIRS, além dessas contribuições, os cientistas também poderiam ser poupados do sentimento de infelicidade que muitas vezes lhes ocorre por serem obrigados a adotar um estilo de vida no qual são considerados inúteis. Lembre-se ainda a recuperação do investimento dos milhões de dólares que foram gastos para preparar essas pessoas para suas funções como construtores e transmissores de conhecimentos.

Caracterização do projeto

O que será oferecido:
-  um espaço de uso comum, com escritório, serviço de secretariado e infra-estrutura básica para o trabalho de pesquisa dos cientistas.
- moradias simples mas adequadas para o cientista e seu cônjuge, comida, assistência médica, transporte e “poket money” se necessário. Na maioria dos casos, os cientistas não necessitam de ajuda por possuírem a renda de aposentadoria. A assistência pode depender do valor da  renda de cada um.  A motivação para estes intelectuais não é dinheiro mas as outras condições descritas ao longo desse projeto.
- a duração da estadia será variável, podendo ser de alguns meses por ano ou até mesmo caracterizar uma estadia permanente.

Local:
Qualquer propriedade na serra gaúcha como a propriedade concedida a FAURGS da Universidade Federal do Rio Grande do Sul na cidade de Gramado é um local adequado para esse projeto, por ser um lugar bonito na serra, de clima agradável, longe de centros de população.  Pode ser aproveitada a infra-estrutura já existente e planejada sua expansão, visando a construção adicional de moradias, escritórios, salas de seminários, anfiteatros, restaurantes, centro médico, biblioteca, sala de computadores, etc.

As vantagens para o estado:
- a primeira vantagem evidente para o desenvolvimento do estado é o prestigio internacional  que o WIRS pode trazer para o Rio Grande do Sul;
- há o benefício de fomentar a criação de um grande banco de conhecimento, permitindo o acesso de várias pessoas a uma educação de alto nível, por um custo mínimo (a despesa maior de um instituto de pesquisa é com os salários de seus professores e pesquisadores de alto nível);
- como vantagens econômicas para o estado e o município, há o interesse de intelectuais de nível nacional e internacional em visitar o WIRS, em busca de conhecimento, o que deve alimentar o comércio e o turismo locais.
- o WIRS deve transformar-se em um “melting pot” de todos os cientistas e intelectuais do mundo. A interação entre essas pessoas altamente capacitadas contém os elementos necessários para conduzir a novos e importantes conhecimentos;
- em torno do WIRS se desenvolverá uma comunidade cientifica dos pesquisadores de todos os cantos do mundo para aprender, transformando o local num importante centro de aprendizagem.

Fontes de recursos financeiros:
-  Apoio da UNESCO
-  Auxilio de Governo Federal, Estadual e Municipal
-  Empréstimo dos bancos internacionais com juros baixos
-  Mensalidades dos alunos de pós-graduação.
- Doações de fundações, empresas e indivíduos. Varias técnicas de marketing podem ser acionadas para incentivar possíveis contribuintes.

Maiores informações: clique aqui e entre na página em inglês.

E-mail: wirs@ufrgs.br